Siga-nos
  • Facebook
  • G+
  • Twitter
  • Orkut
STF-Decreta-Prisão

STF Decreta Prisão dos Mensaleiros

Postado Por: Nelson Lima em 15 de novembro de 2013.


Destaque



STF Decreta Prisão dos Mensaleiros no Feriado da Proclamação da República

O Presidente do STF – Supremo Tribunal Federal, Ministro Joaquim Barbosa, trabalhou no Feriado da Proclamação da República e decretou a prisão de doze réus condenados pelo processo do Mensalão. A data histórica da prisão dos mensaleiros, 15 de Novembro de 2013, passará a fazer parte da história política brasileira. Veja no destaque acima os vídeos da comentarista Rachel Sheherazade do Jornal do SBT e do discurso de indignação do Ministro Gilmar Mendes com a tentativa de manipulação na Corte Suprema.

STF Decreta Prisão

Dia Histórico na Política e na Justiça Brasileira

Revistas Semanais Destacam a Prisão dos Mensaleiros

A prisão dos mensaleiros já é matéria de capa das principais revistas semanais brasileiras, que antecipam suas edições devido ao feriado. Veja, Istoé e Época destacam o fato histórico em suas capas:

  • Revista Veja: Uma Lição aos Corruptos
  • Revista Istoé: Chegou a Hora da Cadeia
  • Revista Época:  cita uma frase antiga do ex- presidente Lula Nunca antes neste país…

Reinaldo Azevedo Escreve que é um Ato Republicano

O Colunista da Revista Veja, Reinaldo Azevedo escreveu em sua coluna dizendo a decretação em 15 de Novembro é um ato Republicano. Veja abaixo um trecho do post:

Joaquim Barbosa deu um sentido especial ao 15 de Novembro. A “Proclamação da República” — que já entrou para a sequência dos eventos pastosos da nossa história, que foram perdendo significado (ou nunca tiveram o seu sentido devidamente estudado) — assume, assim, um conteúdo virtuoso.

A ordem para prender os mensaleiros significa um passo real em favor de uma República. E os regimes realmente republicanos punem os que cometem crimes, sem olhar para a sua condição social, o seu poder, a sua influência. Se, em circunstâncias especiais, a lei pode tratar desigualmente os desiguais, o fundamento da democracia é a igualdade perante a lei. E a isso que se está assistindo neste 15 de novembro. Reinaldo Azevedo

Lista dos Réus com Prisão Decretada

A Polícia Federal em Brasília informou que os 12 mandados são referentes aos seguintes réus:

  • José Dirceu, ex-ministro da Casa Civil
    • - Pena total: 10 anos e 10 meses
    • - Crimes: formação de quadrilha e corrupção ativa
  • José Genoino, deputado federal licenciado (PT-SP)
    • - Pena total: 6 anos e 11 meses
    • - Crimes: formação de quadrilha e corrupção ativa
  • Delúbio Soares, ex-tesoureiro do PT
    • - Pena total: 8 anos e 11 meses
    • - Crimes: formação de quadrilha e corrupção ativa
  • Marcos Valério, apontado como “operador” do esquema do mensalão
    • - Pena total: 40 anos, 4 meses e 6 dias
    • - Crimes: formação de quadrilha, corrupção ativa, peculato, lavagem de dinheiro e evasão de divisas
  • José Roberto Salgado, ex-dirigente do Banco Rural
    • - Pena total: 16 anos e 8 meses
    • - Crimes: formação de quadrilha, lavagem de dinheiro, gestão fraudulenta e evasão de divisas
  • Kátia Rabello, ex-presidente do Banco Rural
    • - Pena total: 16 anos e 8 meses
    • - Crimes: formação de quadrilha, lavagem de dinheiro, gestão fraudulenta e evasão de divisas
  • Cristiano Paz, ex-sócio de Marcos Valério
    • - Pena total: 25 anos, 11 meses e 20 dias
    • - Crimes: formação de quadrilha, corrupção ativa, peculato e lavagem de dinheiro
  • Ramon Hollerbach, ex-sócio de Marcos Valério
    • - Pena total: 29 anos, 7 meses e 20 dias
    • - Crimes: formação de quadrilha, corrupção ativa, peculato, lavagem de dinheiro e evasão de divisas
  • Simone Vasconcelos, ex-funcionária de Marcos Valério
    • - Pena total: 12 anos, 7 meses e 20 dias
    • - Crimes: formação de quadrilha, corrupção ativa, lavagem de dinheiro e evasão de divisas
  • Romeu Queiroz, ex-deputado pelo PTB
    • - Pena total: 6 anos e 6 meses
    • - Crimes: corrupção passiva e lavagem de dinheiro
  • Jacinto Lamas, ex-tesoureiro do extinto PL (atual PR)
    • - Pena total: 5 anos
    • - Crimes: corrupção passiva e lavagem de dinheiro
  • Henrique Pizzolato, ex-diretor do Banco do Brasil
    • - Pena total: 12 anos e 7 meses
    • - Crimes: formação de quadrilha, peculato e lavagem de dinheiro

Fontes

  • Texto: G1
  • Texto e Fotos: Blog do Knunes
  • Texto: Reinaldo Azeedo – Revista Veja
  • Montagem: Rede Amerios

Compartilhe:



Comentários | Comente pelo Facebook:



Deixe uma resposta


Destaques Regionais
169c40e27bbfc5251667926b86918224
Woop Sicredi
O Sicredi lança sua conta digital. O Woop Sicredi foi desenvolvido para oferecer uma solução financeira cooperativa no ambiente digital....
Douglas-Alberto-Coaching-04-A-Id
Mau Comportamento em 87% das Demissões
Conheço homens e mulheres que administram grandes fortunas, tem muitos funcionários, grandes somas em dinheiro, mas não conseguem administrar as emoções, s...

Atraso nas Obras do Lago Aratimbó
O prefeito Moacir Silva determinou a instauração de processo administrativo com base na Lei 8.666/1993, a fim de apurar inexecução do contrato para a revita...

Hospital Regional Será Inaugurado
O Hospital do Câncer/ Hospital Regional de Umuarama entra em funcionamento no dia 7 de março, num moderno edifício no Alto da Avenida Paraná. A informação...



Conteúdos Relacionados

Classificados
Muito Mais por Menos no Mendes
Confira as Ofertas Muito Mais por Menos no Supermercado Mendes em Pérola, validas até 20 de maio de 2019.
Vagas de Emprego em Altônia
A Agência do Trabalhador de Altônia em parceria com empresários oferecem diversas vagas em 19/03/2019 na cidade de Altônia. Confira!
Vagas Remanescentes na UEM Umuarama
O Campus Regional de Umuarama da UEM - Universidade Estadual de Maringá publicou em 07 de Março de 2019 o edital para o preenchimento de vagas remanescentes. Confira.
Inaugurações e Andamento do Abatedouro
Confira a edição de 23 de Fevereiro do Jornal O Popular com tema principal as inaugurações de obras pelo Prefeito Robertinho nos distritos de Nova Santa Helena e Vila Nilza.
  • Voltar
  • Avancar